17 de junho de 2021

Pela volta das pedras



Quando foi que deixamos de acreditar em magia?

Porque já não nos encanta mais a poeira de fadas no "contra-luz" das janelas?

Já lá vão os dias em que atirar pedras aos rios era sinal de riqueza e a mais bela melodia era o puro canto das cigarras.

Mas a ciência estragou o sonho ao tentar explicar o mundo;

assim como eu _descontente_ procurei entender vaga-lumes.

E onde, no meio da sapiência dos homens,

poderemos um dia resgatar a inteligência da infância?

Talvez no mesmo lugar onde deixamos os sonhos, as pedras

e as preces.


Maria Lucas

(Desconheço a autoria da foto)

Sem comentários:

Enviar um comentário