29 de março de 2016

Vertigem pouca é bobagem




Tenho desejos guardados na ponta dos dedos
feitos para cobrir de cores a tela desbotada do teu dia à dia.
Dá-me em troca a vertigem de andares distraído
naquilo a que gosto de chamar de meu mundo
Que a pele seja a única roupa que nos vista,
O ar seja a única coisa que nos falte
e que a eternidade nos pareça pouco.





Mª Lucas







Enviar um comentário