31 de agosto de 2015

Faz de Conta

Imagem: by Chloe

Sem que percebas, escrevo destinos soltos
onde vivemos o que não permitimos.
E nesse faz de conta, guardo só para mim
as fotografias das borboletas que espantas dos meus cabelos
Tu, quase real, quanto perfeito,
esqueces o teu sorriso em meus olhos
enquanto carregas o meu coração pela mão.

Maria Lucas

Enviar um comentário