1 de janeiro de 2014

Frágil


Protege-nos do vento antes de criarmos raízes,
pois o amor menino é asa de borboleta,
desfaz-se na sombra da noite antes mesmo que amanheça.


M. Lucas

Enviar um comentário