4 de agosto de 2013

Saudades



Sinto-me (por esta frase) como se fosse uma pessoa despedaçada
Por tantos caminhos que escolhi, deixando tantos para trás.
Consolo-me sempre pelas palavras que derramo:

A vida é feita de saudades, das vividas e das não vividas
As vividas, por terem sido doces, são a substância dos nossos sorrisos
As demais, são a intensidade das nossas almas.
A matéria-prima das noites insones
E a força das palavras do poeta

Minha alma intensa do que não fui
Sorri por ter sido tanto
E por isso escreve.

Ela,
Não eu.

Eu apenas sorrio.

Enviar um comentário