8 de fevereiro de 2013

Vício





Se te olho assim encantada é porque o teu olhar me despe a alma assustada
Se te olho tanto e a todo o momento é porque o teu olhar me abraça por dentro
E de te olhar assim à miúde hei-de morar um dia no canto da tua retina
Mesmo que te perca de vista, 
Como canção que nunca se esquece
Porque brilhas tal estrela insistente 
No céu de um sorriso 
Já viciado no teu


Enviar um comentário