20 de fevereiro de 2013

Lembranças




Lembrar com amor é trazer o que foi doce pelas mãos de uma criança
É viver o que passou com uma alegria triste e serena
É se encantar com a lembrança e sorrir se a lágrima cair
É colher a fruta madura da semente que desbotou
É renovar o que foi belo
É perfumar a alma de vida
É sermos Deus por um divino instante.



Termino com o pensamento de Lya Luft:
"Mas está comigo, como outras coisas amadas que se foram sem realmente partir."

Em outras palavras (as de Martha Medeiros):
"Tragédia é não lembrar com doçura"


Enviar um comentário