15 de outubro de 2012

Vestida de Mim




Deixo para trás tudo o que foi bom mas por qualquer motivo não teve forças para continuar.
Deixo para trás quem eu pensei poder ser, sem nem sequer ter chegado perto de consegui-lo.
Deixo para trás as fantasias do que pensei realidade.
Deixo para trás toda a forma de ilusão.

Chego ao meu destino despida das verdades que tinha,
triste por não ter sido como eu achei que seria,
mas feliz por ter sido da melhor forma possível para mim.

Fico vestida apenas com admiração própria,
por perceber que minha intensidade é a única pele que me veste
e com ela retorno a mim mesma.

Em paz
Enviar um comentário