10 de abril de 2011

Um brinde ao Sol





Então mais uma vez tudo termina,
e deixa nos olhos água salgada e saudade...
Então mais uma vez luzinha amarela teimosa amanhece...
Então mais uma vez a água seca ...
Então fica o sal...
Então só a saudade...

E estamos vivos. Um brinde ao Sol

Maria L. Lucas
Enviar um comentário