2 de abril de 2011

Chega



Hoje será preciso mais que uma pequena alegria pra me fazer feliz
Minha tristeza não me cabe mais. Transborda, contorna e afoga.

Quanto mais ando, mais me perco.

Vou ficar e esperar...nem sei bem o que.

Voltar? Não. Deixo-me aqui. Não me chame, não me toque,
Só quero que passe.

Ou me abrace,

Ou me beije,

Ou me veja.

Ou não.


Deixa pra lá.

Maria L. Lucas
Enviar um comentário